Os 20 Castelos Medievais Mais Bonitos da Europa

Os castelos são testemunhas majestosas da história e do passado de muitos países, evocando a rica herança cultural, a arquitetura e as tradições que moldaram o mundo ao longo dos séculos. Essas fortalezas imponentes e belas surgiram em várias partes do mundo, servindo como símbolos de poder, proteção e riqueza dos governantes que as construíram.

A importância histórica dos castelos é inegável, pois desempenharam um papel crucial na defesa das fronteiras e na proteção das populações locais durante períodos de conflito e guerra. Muitos castelos também serviram como residências para reis, rainhas, nobres e outras figuras proeminentes, proporcionando um vislumbre da vida e da política da época. Além disso, essas estruturas desempenharam um papel significativo na evolução da arquitetura e da engenharia, com estilos e técnicas de construção inovadoras que refletem as habilidades e a criatividade dos mestres construtores e artesãos da época.

A beleza dos castelos não se limita apenas à sua arquitetura impressionante e às suas muralhas de pedra. Muitos desses monumentos históricos estão situados em paisagens deslumbrantes, com vista para montanhas, lagos, rios ou mares, proporcionando cenários verdadeiramente pitorescos e memoráveis. Os interiores dos castelos são frequentemente ricamente decorados, exibindo artefatos, mobiliário e obras de arte que refletem a riqueza e a sofisticação de seus habitantes passados.

20. Castelo de Hohenwerfen

 Hohenwerfen Castle

O Castelo de Hohenwerfen está localizado na Áustria, situado em um penhasco com vista para o Vale de Salzach. Construído no século XI, o castelo serviu como fortaleza e prisão para a nobreza local e arcebispos de Salzburgo. Hoje, o Castelo de Hohenwerfen é uma atração turística popular que oferece uma visão fascinante da vida medieval e da história austríaca.

O estilo arquitetônico do Castelo de Hohenwerfen é predominantemente românico e gótico, com muralhas de pedra, torres imponentes e pátios históricos. O interior do castelo apresenta várias salas e aposentos, como a Sala de Armas, a Capela e a Sala dos Cavaleiros. O castelo também abriga um museu que exibe artefatos históricos, armas e armaduras, e oferece demonstrações de falcoaria e eventos medievais.

Visitar o Castelo de Hohenwerfen é uma oportunidade de explorar uma das mais impressionantes fortalezas medievais da Áustria, com vistas deslumbrantes do Vale de Salzach e das montanhas circundantes. A região de Salzburgo também oferece outras atrações históricas e naturais, como a cidade de Salzburgo, o Palácio de Hellbrunn e o Parque Nacional Hohe Tauern.

19. Castelo de Trakai

 Trakai Island Castle

O Castelo de Trakai está localizado na Lituânia, situado em uma ilha no Lago Galvė. Construído no século XIV, o castelo serviu como residência e sede de poder para os governantes do Grão-Ducado da Lituânia. Hoje, o Castelo de Trakai é um dos principais destinos turísticos da Lituânia e abriga um museu que exibe artefatos históricos e culturais.

O estilo arquitetônico do Castelo de Trakai é gótico, com torres ornamentadas, muralhas de pedra e pontes levadiças. O interior do castelo apresenta várias salas e aposentos históricos, como a Sala do Trono, a Capela e os Apartamentos Reais. O castelo também é conhecido por suas belas vistas panorâmicas do Lago Galvė e da paisagem circundante.

Visitar o Castelo de Trakai é uma experiência única que combina história, arquitetura e beleza natural. A cidade de Trakai e seus arredores também oferecem outras atrações, como a Igreja de Santa Maria, o Parque Histórico Nacional de Trakai e a Península de Karaites, que abriga uma comunidade étnica única na Lituânia.

18. Castello di Miramare

 Castello di Miramare

O Castelo de Miramare está localizado na cidade de Trieste, na Itália, com vista para o Golfo de Trieste no Mar Adriático. Construído no século XIX para o arquiduque Ferdinando Maximiliano da Áustria e sua esposa Carlota da Bélgica, o castelo é um exemplo impressionante de arquitetura eclética e uma das residências reais mais belas da Europa.

O estilo arquitetônico do Castelo de Miramare é uma mistura de gótico, renascentista e oriental, com torres ornamentadas, varandas em ferro forjado e fachadas de pedra branca. O interior do castelo apresenta várias salas e aposentos ricamente decorados, como a Sala do Trono, a Sala de Música e os Apartamentos Reais. O castelo também é cercado por um vasto parque paisagístico, com jardins ornamentais, fontes e esculturas.

Visitar o Castelo de Miramare oferece uma experiência de história e arquitetura em um cenário deslumbrante à beira-mar. A cidade de Trieste e seus arredores também oferecem outras atrações culturais e históricas, como a Piazza Unità d’Italia, o Teatro Romano e o Museu Revoltella de Arte Moderna.

17. Castelo de Predjama

 Predjama Castle

O Castelo de Predjama está localizado na Eslovênia e é famoso por sua posição única, construído diretamente na boca de uma caverna e em uma encosta íngreme de 123 metros de altura. Acredita-se que o primeiro castelo no local foi construído no século XIII, mas a estrutura atual data do século XVI. O castelo é famoso por sua história de cerco e resistência, principalmente associada ao lendário cavaleiro e senhor feudal Erazem Lueger.

O estilo arquitetônico do Castelo de Predjama é predominantemente gótico-renascentista, com torres ornamentadas, janelas em arco e fachadas de pedra. O interior do castelo apresenta várias salas e aposentos históricos, incluindo a Sala do Trono, a Capela e a Sala de Armas. Além disso, o castelo possui um complexo sistema de túneis e passagens secretas que se conectam à rede de cavernas atrás dele.

Visitar o Castelo de Predjama é uma experiência única que combina história, arquitetura e espetáculos naturais em um só lugar. A região circundante também oferece outras atrações, como o Parque de Cavernas de Postojna, a Caverna de Škocjan e o Parque Nacional de Triglav.

16. Kylemore Abbey

 Kylemore Abbey

A Abadia de Kylemore está localizada no condado de Galway, na Irlanda, e foi originalmente construída como um castelo e residência privada no século XIX pelo médico e político inglês Mitchell Henry. A abadia foi posteriormente adquirida pelas monjas beneditinas, que a transformaram em um convento e escola para meninas. Hoje, a abadia funciona como uma atração turística e centro educacional.

O estilo arquitetônico da Abadia de Kylemore é neogótico, com torres ornamentadas, janelas em arco e fachadas de pedra. O interior da abadia apresenta várias salas e aposentos históricos, como a Sala de Música, a Capela e a Sala de Jantar. A abadia também é cercada por belos jardins paisagísticos, incluindo o Jardim Vitoriano Murado e o Jardim Memorial das Monjas.

Visitar a Abadia de Kylemore oferece uma experiência única de história e cultura irlandesa, em um cenário deslumbrante às margens do Lago Pollacapall. A região de Connemara, onde a abadia está localizada, é conhecida por sua beleza natural e oferece várias outras atrações, como o Parque Nacional de Connemara, a Montanha Diamond e a Sky Road.

15. Conwy Castle

 Conwy Castle

O Castelo de Conwy está localizado na cidade de Conwy, no País de Gales. Construído no final do século XIII por Eduardo I da Inglaterra como parte de sua campanha para conquistar o País de Gales, o castelo é um exemplo impressionante de arquitetura militar medieval e um Patrimônio Mundial da UNESCO.

O estilo arquitetônico do Castelo de Conwy é predominantemente medieval, com robustas muralhas de pedra, oito torres imponentes e uma série de pontes levadiças e portões de entrada. O interior do castelo apresenta várias salas e aposentos históricos, como a Sala do Trono, a Capela e os Apartamentos Reais. As muralhas da cidade de Conwy, que circundam a cidade antiga, estão bem preservadas e oferecem vistas panorâmicas da área circundante.

Visitar o Castelo de Conwy é uma oportunidade de explorar um dos mais importantes e bem preservados castelos medievais do País de Gales. A cidade de Conwy e seus arredores oferecem outras atrações históricas e naturais, como a Casa Aberconwy, a Ponte Suspensa de Conwy e o Parque Nacional de Snowdonia.

14. Bamburgh Castle

 Bamburgh Castle

O Castelo de Bamburgh está localizado na costa nordeste da Inglaterra, com vista para o Mar do Norte. Construído no século VI, o castelo desempenhou um papel importante na história da Inglaterra, servindo como sede do reino anglo-saxão da Nortúmbria e, mais tarde, como fortaleza durante as guerras anglo-escocesas.

O estilo arquitetônico do Castelo de Bamburgh é uma mistura de medieval, renascentista e vitoriano, com muralhas de pedra, torres imponentes e pátios históricos. O interior do castelo abriga várias salas e aposentos, como a Sala do Trono, a Sala dos Cavaleiros e a Sala de Armas. O castelo também possui um museu dedicado à história do local e à família Armstrong, que restaurou o castelo no século XIX.

Visitar o Castelo de Bamburgh é uma oportunidade de explorar uma das mais importantes e históricas fortalezas da Inglaterra, com vistas deslumbrantes da costa e do Mar do Norte. A área circundante de Northumberland também oferece outras atrações históricas e naturais, como a Ilha de Lindisfarne, o Parque Nacional de Northumberland e a Muralha de Adriano.

13. Chateau de Chillon

 Chateau de Chillon

O Château de Chillon é um castelo histórico localizado às margens do Lago Genebra, na Suíça. Construído entre os séculos XII e XIII, o castelo serviu como fortaleza e residência para a Casa de Savoia, uma importante família nobre da época. O Château de Chillon também inspirou vários escritores e artistas, como Lord Byron e Gustave Courbet, devido à sua beleza e história fascinante.

O estilo arquitetônico do Château de Chillon é uma mistura de românico e gótico, com muralhas de pedra, torres ornamentadas e pátios medievais. O interior do castelo possui várias salas e aposentos históricos, como a Sala de Justiça, a Capela e os Apartamentos de Estado. O castelo também abriga um museu com exposições de artefatos históricos, armas e armaduras, além de obras de arte.

Visitar o Château de Chillon oferece uma oportunidade de explorar uma das mais belas e históricas fortalezas da Suíça, com vistas deslumbrantes do Lago Genebra e dos Alpes circundantes. Além do castelo, a região de Montreux e do Lago Genebra oferece outras atrações culturais e naturais, como a cidade de Montreux, os vinhedos de Lavaux e as montanhas Rochers-de-Naye.

Veja também: 10 Castelos na Suiça

12. Castelo de Windsor

 Windsor Castle

O Castelo de Windsor é uma das residências oficiais da família real britânica e o maior e mais antigo castelo habitado do mundo. Localizado na cidade de Windsor, Inglaterra, o castelo foi originalmente construído no século XI por Guilherme, o Conquistador, como parte de uma rede de fortificações para proteger Londres. Desde então, o castelo tem sido usado como residência real e sede do governo britânico ao longo dos séculos.

O estilo arquitetônico do Castelo de Windsor é uma mistura de gótico, românico e renascentista, com muralhas de pedra, torres ornamentadas e pátios majestosos. O interior do castelo abriga várias salas e aposentos históricos, como a Sala do Trono, a Capela de São Jorge e os Apartamentos de Estado. O castelo também possui uma impressionante coleção de arte, incluindo pinturas de mestres como Rembrandt, Rubens e Van Dyck.

Visitar o Castelo de Windsor é uma oportunidade única de explorar uma das mais importantes e históricas residências reais do mundo. Além do castelo em si, a cidade de Windsor e seus arredores oferecem outras atrações, como a charmosa cidade de Eton e o Royal Windsor Great Park, com seus jardins e trilhas para caminhadas.

11. Castelo De Haar

 De Haar Castle

O Castelo de Haar é um impressionante castelo localizado próximo à cidade de Utrecht, nos Países Baixos. A construção original do castelo data do século XIV, mas foi completamente restaurado e expandido no final do século XIX pelo arquiteto holandês Pierre Cuypers, que também projetou o Rijksmuseum e a Estação Central de Amsterdã.

O estilo arquitetônico do Castelo de Haar é predominantemente neogótico, com torres imponentes, pináculos, muralhas de pedra e pontes levadiças. O interior do castelo é luxuosamente decorado com móveis e obras de arte de época, incluindo tapeçarias, pinturas e esculturas. O castelo também é cercado por extensos jardins paisagísticos e parques, com lagos, fontes e labirintos de sebes.

Visitar o Castelo de Haar oferece uma oportunidade de explorar uma das mais belas e históricas propriedades dos Países Baixos. A cidade de Utrecht, nas proximidades, também possui outras atrações imperdíveis, como a Catedral de São Martinho, a Torre Dom e os canais históricos da cidade.

10. Castelo de Corvin

 Corvin Castle

O Castelo de Corvin, também conhecido como Castelo de Hunedoara, está localizado na cidade de Hunedoara, na Romênia. Construído no século XV pelo voivoda João de Hunedoara, o castelo é uma das maiores e mais bem preservadas fortalezas medievais da Europa e um importante marco histórico e arquitetônico da Romênia.

O estilo arquitetônico do Castelo de Corvin é predominantemente gótico, com torres altas, muralhas de pedra e pontes levadiças. O interior do castelo possui salas históricas, como a Sala do Trono, a Capela e a Sala dos Cavaleiros, além de uma impressionante escadaria de pedra em espiral. O castelo também abriga um museu com exposições de artefatos históricos, armas e armaduras, bem como obras de arte e tapeçarias.

Visitar o Castelo de Corvin oferece uma experiência de mergulho na história e na arquitetura medieval da Romênia. O castelo também é cercado por lendas e histórias intrigantes, como a do poço profundo no pátio, supostamente construído por um prisioneiro turco em troca de sua liberdade. A cidade de Hunedoara e seus arredores oferecem outras atrações históricas e culturais, como igrejas e mosteiros medievais, além de belas paisagens naturais para caminhadas e passeios.

9. Castelo de Cochem

Cochem Castle

O Castelo de Cochem, também conhecido como Reichsburg Cochem, está localizado em um penhasco com vista para a cidade de Cochem e o rio Mosela, na Alemanha. Acredita-se que a construção original do castelo remonte ao século XI, mas ele foi reconstruído no século XIX em estilo neogótico após ser destruído pelos exércitos de Luís XIV da França.

O estilo arquitetônico do Castelo de Cochem é uma mistura de românico, gótico e renascentista, com torres pontiagudas, muralhas de pedra e pátios ornamentados. O interior do castelo apresenta uma decoração ricamente ornamentada, com salas como a Sala do Trono, a Sala dos Cavaleiros e a Sala de Armas. O castelo também abriga um museu com exposições de artefatos históricos e obras de arte.

Visitar o Castelo de Cochem é uma oportunidade de explorar um marco histórico e arquitetônico impressionante, além de apreciar a bela paisagem do vale do rio Mosela. A cidade de Cochem e seus arredores oferecem outras atrações, como degustação de vinhos nas vinícolas locais e caminhadas pelas colinas circundantes.

8. Swallow’s Nest (Ninho da Andorinha)

Swallow's Nest

O Swallow’s Nest é um castelo pitoresco situado no topo de um penhasco de 40 metros de altura, com vista para o Mar Negro, na Crimeia. Construído em 1912 pelo arquiteto russo Leonid Sherwood, o castelo foi originalmente uma vila de veraneio para o nobre alemão Baron von Steingel. Com sua localização dramática e tamanho compacto, o Swallow’s Nest tornou-se um símbolo icônico da Crimeia.

O estilo arquitetônico do Swallow’s Nest é predominantemente neogótico, com uma fachada ornamentada, torres altas e janelas em arco. Embora o interior seja pequeno, ele abriga um restaurante e exposições temporárias de arte. A principal atração do Swallow’s Nest é a vista espetacular do Mar Negro e do litoral circundante.

Visitar o Swallow’s Nest oferece uma experiência única e memorável, com sua arquitetura encantadora e vista panorâmica do Mar Negro. A região da Crimeia possui outras atrações históricas e naturais, como os palácios de Livadia e Vorontsov, e o Parque Nacional da Crimeia.

7. Castelo de Spiš

Spis Castle

O Castelo de Spiš está localizado na Eslováquia e é uma das maiores fortalezas da Europa Central. Construído originalmente no século XII, o castelo passou por várias reconstruções e expansões ao longo dos séculos, resultando em uma mistura impressionante de estilos arquitetônicos. Em 1993, o Castelo de Spiš foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO devido à sua importância histórica e arquitetônica.

O estilo arquitetônico predominante do Castelo de Spiš é uma combinação de românico, gótico e renascentista, com muralhas de pedra maciças, torres imponentes e pátios históricos. O interior do castelo conta com várias salas e câmaras, como a Sala do Trono, a Capela e os Apartamentos Reais. O castelo também abriga um museu, que exibe artefatos e exposições relacionadas à história e cultura da região.

Visitar o Castelo de Spiš é uma oportunidade única de explorar uma das mais importantes e impressionantes fortalezas medievais da Europa Central. A região circundante também oferece outras atrações históricas e naturais, como a cidade de Spišské Podhradie, a Igreja de São Martinho e o Parque Nacional Slovenský Raj.

6. Castelo de Hohenzollern

Hohenzollern Castle

O Castelo de Hohenzollern está localizado no topo do Monte Hohenzollern, em Baden-Württemberg, Alemanha. Construído no século XIX pelo Rei Frederico Guilherme IV da Prússia, o castelo é a ancestral residência da dinastia Hohenzollern, que governou a Prússia e, posteriormente, o Império Alemão.

O estilo arquitetônico do Castelo de Hohenzollern é o neogótico, com torres imponentes, pináculos e muralhas de pedra. O interior do castelo é luxuosamente decorado, com salas como a Sala do Trono, a Capela e a Sala dos Ancestrais. O castelo também abriga uma coleção de artefatos históricos, incluindo armaduras, armas, porcelanas e pinturas.

Visitar o Castelo de Hohenzollern é uma experiência inesquecível, que proporciona uma visão da história e do esplendor da dinastia Hohenzollern. A vista panorâmica do castelo e do campo circundante é de tirar o fôlego, tornando a visita ainda mais memorável.

5. Alcazar de Segóvia

Alcazar of Segovia

O Alcázar de Segóvia é uma fortaleza histórica localizada na cidade de Segóvia, Espanha. Acredita-se que a construção original do Alcázar começou no século XI como uma fortificação árabe, mas o castelo foi reformado e expandido ao longo dos séculos por vários monarcas espanhóis. O Alcázar também serviu como residência real e academia militar ao longo de sua história.

O estilo arquitetônico do Alcázar de Segóvia é uma mistura de influências mouriscas, góticas e renascentistas, com torres altas, muralhas de pedra e pátios ornamentados. O interior do castelo possui salas ricamente decoradas, como a Sala do Trono, a Sala das Pinhas e a Sala dos Reis. O Alcázar também abriga um museu de armas e uma coleção de arte e tapeçarias.

Visitar o Alcázar de Segóvia é uma oportunidade de explorar uma das mais belas e históricas fortalezas da Espanha. A cidade de Segóvia em si é um Patrimônio Mundial da UNESCO, com outras atrações imperdíveis, como o Aqueduto Romano e a Catedral de Segóvia.

4. Castelo de Bran

Bran Castle

O Castelo de Bran, também conhecido como Castelo do Drácula, é uma fortaleza medieval localizada na Transilvânia, na Romênia. Construído originalmente no século XIV pelos Cavaleiros Teutônicos, o castelo serviu como uma fortificação para proteger a fronteira entre a Transilvânia e a Valáquia. Bran é frequentemente associado à lenda de Drácula e ao Conde Vlad III, também conhecido como Vlad, o Empalador, que serviu de inspiração para o famoso personagem de Bram Stoker.

O estilo arquitetônico do Castelo de Bran é predominantemente gótico, com torres altas, paredes de pedra e janelas estreitas. O interior do castelo é um labirinto de corredores, escadas secretas e quartos, com mobiliário e decoração autênticos da época. O castelo abriga também um museu dedicado à história e à cultura da Romênia, com exposições que incluem armas, armaduras e trajes tradicionais.

Visitar o Castelo de Bran é uma oportunidade de mergulhar na história da Romênia e explorar o mundo da lenda de Drácula. A área circundante é rica em paisagens naturais e vilarejos pitorescos, oferecendo uma experiência cultural e histórica única.

3. Castelo da Pena

Pena Castle

O Castelo da Pena, também conhecido como Palácio da Pena, está localizado em Sintra, Portugal, e é uma das mais impressionantes criações arquitetônicas do século XIX. A construção do castelo começou em 1842 pelo rei Fernando II, que desejava criar um palácio romântico e extravagante que servisse como residência de verão para a família real portuguesa.

O estilo arquitetônico do Castelo da Pena é uma mistura eclética de neo-gótico, neo-manuelino, neo-mourisco e neo-renascentista, com cores vibrantes e uma variedade de formas e texturas. O interior é igualmente deslumbrante, com salas ricamente decoradas, como a Sala Árabe, a Sala dos Cisnes e a Sala dos Brasões. O castelo também possui belos jardins e parques que circundam a propriedade, com plantas exóticas e trilhas sinuosas.

Visitar o Castelo da Pena é uma oportunidade única de explorar um marco arquitetônico e histórico verdadeiramente impressionante, além de apreciar as belas paisagens de Sintra e seus arredores. A cidade de Sintra é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO e possui uma série de outros monumentos e atrações imperdíveis, como a Quinta da Regaleira e o Palácio Nacional de Sintra.

2. Eilean Donan

Eilean Donan

Eilean Donan é um castelo encantador situado em uma pequena ilha na junção de três lagos escoceses – Loch Duich, Loch Long e Loch Alsh. O castelo atual foi construído no início do século XX, mas suas origens remontam ao século XIII, quando foi erguido como uma fortaleza para proteger a região dos invasores vikings.

O estilo arquitetônico do Eilean Donan é uma mistura de influências medievais e renascentistas, com torres e muralhas de pedra que parecem emergir diretamente da paisagem escocesa. O interior do castelo apresenta uma decoração rústica e histórica, com mobiliário antigo, armaduras e artefatos que contam a história do clã MacRae, que viveu e governou a área por séculos.

Visitar o Castelo de Eilean Donan oferece aos visitantes a oportunidade de explorar a rica história escocesa e admirar as deslumbrantes paisagens das Terras Altas da Escócia. O castelo é frequentemente usado como cenário para filmes e programas de televisão, como “Highlander” e “007 – O Mundo Não é o Bastante”, o que o torna ainda mais icônico.

1. Castelo de Neuschwanstein

Neuschwanstein Castle

O Castelo de Neuschwanstein, localizado na Baviera, Alemanha, é frequentemente considerado o mais famoso e icônico castelo do mundo. Construído pelo Rei Ludwig II da Baviera no século XIX, este espetacular castelo foi inspirado pelos contos de fadas e pela música do compositor Richard Wagner. De fato, o próprio Walt Disney se inspirou no Neuschwanstein para criar o icônico castelo da Cinderela.

O estilo arquitetônico do castelo é uma mistura de românico, gótico e barroco, com torres e pináculos imponentes que oferecem vistas deslumbrantes do campo bávaro. O interior é igualmente impressionante, com afrescos ornamentados, vitrais coloridos e mobiliário luxuoso. A sala do trono, a caverna artificial e a sala de música são destaques do castelo.

Visitar o Castelo de Neuschwanstein é uma experiência inesquecível, proporcionando uma viagem no tempo à era dos contos de fadas e dos reis excêntricos. Além disso, a área circundante oferece belas paisagens e atividades ao ar livre, como caminhadas e ciclismo.


Visitar castelos é uma oportunidade única para mergulhar na história, explorar a arquitetura e apreciar as belezas naturais que os cercam. Em um mundo cada vez mais globalizado e moderno, os castelos são lembretes tangíveis do passado e da rica tapeçaria cultural que moldou a nossa história, oferecendo aos visitantes uma janela para um tempo que já se foi, mas que continua a fascinar e inspirar.

Compartilhe: