As 10 cidades mais lindas da Costa Amalfitana, na Itália

A Costa Amalfitana é um colírio para os olhos, com vilarejos a beira do Mar Mediterrâneo até as montanhas no sudoeste da Itália. O cenário é incrivelmente impressionante e inspira compositores, artistas e cineastas, e quase todas as outras pessoas.

O cenário é tão incrivelmente deslumbrante que a National Geographic considera a viagem rodoviária pela costa como a mais bonita do mundo. A viagem ao longo das cidades da Costa Amalfitana pode ser feita em cerca de duas horas, com algumas paradas. Mas por que alguém iria querer se apressar andando por tanta beleza? Aprecia cada momento, parando e sentindo o cheiro das flores de limão, visite uma igreja antiga, compre as cerâmicas coloridas pelas quais a região é famosa ou simplesmente relaxe em uma das lindas praias.

10. Furore

 Furore

Furore é um destino pouco conhecido na Costa Amalfitana, entre as cidades de Amalfi e Positano. O vilarejo tem uma população de cerca de 800 habitantes, espalhados por um trecho vertical de encosta acima do Mediterrâneo cintilante.

A principal atração turística é o dramático Fiordo ou fiorde, onde um aglomerado de antigas casas de pescadores se seguram ao lado do desfiladeiro rochoso. O Fiorde é contornado por uma ponte em arco sobre a qual passa uma estrada. A ponte de 30 metros de altura é também o local onde todo verão é realizado o Campeonato Internacional de Mergulho.

9. Vietri sul Mare

Vietri sul Mare

Vietri sul Mare, que se traduz como “Vietri do Mar”, é o local de início (ou fim) da viagem ao longo da Costa de Amalfi. Por causa disso, os moradores se referem a ela como “a primeira pérola da Amalfi”.

Localizada aos pés do Monte San Liberatore, Vietri sul Mare é conhecida por fazer os pratos e outras peças de cerâmica que podem ser encontrados em hotéis e restaurantes ao longo desta seção da costa italiana, o que o torna um bom lugar para comprar artigos de cerâmica coloridos. Os famosos azulejos majolica são visíveis a quilômetros de distância na Igreja Paroquial de São João Batista.

8. Minori

Minori

Como outras cidades da Costa Amalfitana, Minori está impregnada de história e lendas, e cheia de locais históricos. Uma delas é a Basílica de Santa Trofimemo, um mártir cujas cinzas foram colocadas em uma urna e atiradas ao mar. A urna foi levada pelo mar até a praia de Minori, com os habitantes da cidade então construindo uma igreja em sua homenagem.

Outro ponto de destauqe são as velhas ruínas da Villa Arqueológica Marítima Romana, construída por volta do primeiro século a.C. Se nota como é antiga pelos restos de afrescos e abóbadas de túneis. Minori é um bom lugar para degustar massas feitas à mão e limoncello, um licor popular feito de limões nesta área do sul da Itália.

7. Cetara

Cetara

Os viajantes que gostam de frutos do mar vão querer experimentar os alimentos de Cetara, lar de uma das maiores frotas de pesca de atum do Mediterrâneo. Experimente o atum coberto com colatura di Alici, um molho feito com anchovas, sal e água.

Cetara tem boas praias para nadar, embora algumas sejam acessíveis apenas por barco. Os visitantes gostam especialmente da Spiaggia Lannino, uma praia arenosa perto da entrada da cidade. Quem procura um casamento romântico na Itália pode realizar o sonho na Igreja de São Pedro Apóstolo, um local popular para casamentos. A cidade também celebra o dia de São Pedro com uma festa e fogos de artifício no verão.

6. Maiori

Maiori

Os romanos descobriram a beleza de Maiori séculos atrás, e os turistas não pararam de vir. Esta linda cidadezinha era um local favorito para Roberto Rossellini, que é homenageado todo mês de novembro com um festival de cinema.

Maiori tem a maior extensão de praia ininterrupta da Costa Amalfitana, tendo como pano de fundo casas tradicionais subindo a encosta do morro. Um local de destaque é a Igreja de Santa Maria a Mare, conhecida por sua majestosa cúpula de azulejos que parece uma coroa e a procissão de setembro que serpenteia pela cidade. As ruínas de uma abadia beneditina acima da cidade oferecem grandes vistas.

5. Praiano

Praiano

Praiano era um destino turístico de verão já no século 10, quando era a casa de verão para os doges do Ducado de Amalfi. Localizada entre Amalfi e Positano, a cidade está localizada na beira de um penhasco íngreme.

Praiano é um bom lugar para relaxar, talvez com uma taça de vinho em um café ao ar livre ou ter uma aula de culinária italiana. Tem várias igrejas dignas de serem vistas, incluindo a Chiesa di San Giovanni, com o órgão de tubos; a Chiesa SS Annunziata, que está localizada em uma praia; e a Chiesa S Maria ad Castra, com suas vistas deslumbrantes.

4. Atrani

Atrani

Os visitantes que procuram la dolce vita vão encontrá-la em Atrani, menor cidade do sul da Itália, com menos de mil habitantes. Por ser tão bonita, a cidade é apresentada em muitos comerciais, incluindo comerciais de carro, o que é irônico, já que Atrani inteira é praticamente uma zona de pedestres.

A Igreja de San Salvatore de’ Birecto data do século X; em tempos antigos, serviu como uma capela palaciana onde os governantes foram coroados. As portas de bronze que representam cenas religiosas são imperdíveis. Outras atrações de destaque incluem uma pequena praia e a Torre della Ziro do século XV, uma fortaleza que fica em uma colina com vista para a comunidade.

3. Amalfi

Amalfi

Amalfi foi um importante centro comercial de meados do século 9 ao século 13. Era a capital do Ducado de Amalfi. Hoje, é um destino popular para o turistas que buscam uma beleza impressionante em meio a um encanto histórico.

Amalfi é conhecida por sua excelente arquitetura medieval, incluindo a Catedral de Sant’ Andrea do século XI, notável também pelas quatro grandes pinturas no teto e a estátua de Santo André que foi esculpida por Michelangelo. O Chiostro del Paradisio em estilo árabe é hoje um museu ao ar livre, embora já tenha sido o cemitério onde foi enterrada a nobreza de Amalfi. Como Amalfi já foi conhecida pela fabricação de papel, uma visita ao Museu do Papel Artesanal é uma obrigação.

2. Ravello

Ravello

Ravello já foi um porto seguro contra invasores bárbaros; depois se tornou um importante centro comercial. Hoje, esta encantadora cidade com suas ruas de paralelepípedos é um ímã para os turistas que vêm pela paisagem e vistas de tirar o fôlego, a melhor do mundo segundo muitas pessoas, e certamente a melhor da costa. O grande compositor Richard Wagner encontrou aqui inspiração, tanto que a cidade celebra o Festival Ravello todos os verões em sua homenagem. Entre as principais atrações estão a Villa Cimbrone, com seus espetaculares jardins e o Terraço do Infinito cheio de bustos, e o Duomo de Ravello, considerado obrigatório pelos visitantes de Ravello por causa da beleza em sua simplicidade.

1. Positano

Positano

Positano foi uma cidade importante na Idade Média, mas nos séculos seguintes declinou à medida que muitos residentes imigraram para a América do Norte. No início do século 20, era apenas uma pobre vila de pescadores, mas sua sorte mudou quando os turistas descobriram esta pitoresca cidade que ficava em uma encosta com vista para o mar.

Um ponto obrigatório para os visitantes é Santa Maria Asunta, uma igreja que apresenta uma cúpula feita de telhas majolica e uma Madonna preta. A beleza impressionante de Positano é uma inspiração para artistas, incluindo Mick Jagger e Keith Richards, que escreveram “Midnight Rambler” aqui. Positano também foi apresentada no filme de 1994, Only You.